A Fundação Indaialense de Cultura, através do seu Programa SensibilizArte – Arte nos Bairros, conquistou o 2° lugar no Prêmio Catarinense de Boas Práticas em Gestão Cultural, organizado pelo Conselho de Gestores Municipais de Cultura (Congesc). O anúncio ocorreu durante o X Fórum Catarinense de Gestores Municipais de Cultura, realizado nesta semana, de 11 a 13 de maio, em Ibirama.

O prêmio tem como objetivo valorizar e reconhecer ações de gestão cultural realizadas pelas cidades catarinenses e associação de municípios. Indaial recebeu a segunda colocação na categoria 2: Desenvolvimento de programas e projetos que promovam a formação na área da cultura.

O Programa SensibilizArte, criado em 2018, leva arte e cultura nos bairros de Indaial com o objetivo de descentralizar a cultura e democratizar o acesso de diferentes segmentos artísticos à população. São disponibilizadas oficinas gratuitas distribuídas em 30 espaços da cidade, em parceria com escolas e espaços comunitários, atendendo cerca de 500 alunos a partir de 7 anos. As aulas acontecem uma vez por semana com duração entre uma e duas horas, podendo ser individuais, em dupla ou em grupos.

Para viabilizar a execução do Programa, a Fundação criou o Programa Bolsa Monitor Artístico, através da Lei nº 5731/2019, que tem por objetivo a concessão de bolsa, com vistas a beneficiar a formação de novos profissionais nas variadas áreas oferecidas pela FIC. Atualmente, 14 monitores artísticos ministram aulas nas áreas de música, teatro e dança. Além disso, a FIC possui em seu quadro efetivo profissionais habilitados para supervisão das oficinas.

“Nosso objetivo é facilitar o acesso do cidadão ao fazer e vivenciar diferentes expressões artístico-culturais de forma gratuita, levando essa oportunidade a todas as comunidades de Indaial. Ficamos felizes com a visibilidade e reconhecimento para todo o Estado do trabalho desenvolvido na cidade”, pontua a diretora-presidente da FIC, Marli Westphall Menegazzi.

Sobre o Fórum
O evento tem o objetivo de proporcionar a integração das regiões catarinenses, além de promover o debate das políticas públicas do setor cultural, ampliando o diálogo entre o Ministério da Cultura (MinC), as prefeituras e o Governo do Estado para fortalecer as ações de programas já existentes e abrir caminhos para futuras parcerias.
Participam do Fórum, representando a Fundação Indaialense de Cultura, a diretora-presidente, Marli Westphall Menegazzi, e os servidores Elaine Pickler, Marcos Alexandre de Liz, Danieli Graciolli, Fabrício Ferreira e Dayse Lang.

« 1 de 5 »
Programa SensibilizArte da FIC conquista 2° lugar em Prêmio Catarinense de Boas Práticas