Atendimento médio anual: 12 alunos


O curso busca explorar linguagens teatrais contemporâneas partindo do trabalho corporal. TAMBÉM objetiva possibilitar, por meio de experimentações coletivas, a consciência corporal que se desdobrará na expressividade presente no movimento corpóreo de cada indivíduo.


FAIXA ETÁRIA
Acima de 14 anos.


OBJETIVOS

  • Desenvolver um trabalho de conscientização do corpo;
  • Discutir a diversidade de linguagens relacionadas ao trabalho corporal;
  • Provocar estímulos individuais e coletivos para a construção de partituras corporais;
  • Dialogar a vivência prática com assuntos e discussões atuais;
  • Ampliar o repertório de movimentos expressivos e comunicativos do grupo;
  • Realizar um compartilhamento de processo a partir do que foi realizado em aula.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Exercícios baseados nos estudos do movimento;
  • Exercícios que provoquem a criação pessoal do movimento a partir de diversos estímulos;
  • Atividades que provoquem a criação coletiva de movimentos;
  • Apreciação crítica de trabalhos cênicos contemporâneos.

PROFESSORA

Rafaela Mattos
Professora da FIC desde 2018.

Original da cidade de Cianorte (PR), Rafaela é graduada em Licenciatura em Teatro pela UEM (Universidade Estadual de Maringá). Realizou diversas oficinas e cursos de formação na área teatral, bem como participou de festivais do campo teatral, como: Fórum de Extensão e Cultura da UEM, XX Enearte, IV e V SIES (Simpósio Internacional de Educação Sexual), Festival de Teatro de Curitiba e Seminário Internacional de Circo.
Rafaela possui onze anos de experiência em Teatro e atuou em quatorze espetáculos como atriz, dos quais um foi aprovado pela Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e dois apresentados no Festival de Teatro de Curitiba. Também lecionou na Escola Estadual Gastão Vidigal, na Escola Estadual Byington Júnior e no Colégio de Aplicação Pedagógica, todos de Maringá (PR), por meio de programas de estágios e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Também realizou oficinas de Teatro na Comunidade e atuou no Hospital Psiquiátrico de Maringá por meio do projeto de inserção do Teatro na Ala Feminina do HPM. Posteriormente, desenvolveu pesquisas na área da formação continuada. Com mais duas pessoas, criou o grupo de pesquisa e formação Teatralizando, no qual desenvolveu artigos apresentados em eventos científicos e oficinas que foram trabalhadas com professores da região Sul no Enlic/Pibid Sul e com professoras do município de Sarandi (PR).


CONTATO FIC
Telefone (47) 3333-2000 / (47) 3333-1964
cursos.fic@indaial.sc.gov.br


REGULAMENTO
Antes de inscrever-se em nossos cursos, leia o regulamento.