Local: Fundação Indaialense de Cultura Prefeito Victor Petters

Atendimento:

Segunda-feira a Sexta-feira
8h às 18h (sem fechar para o almoço)
Rua Dr. Blumenau, 5 – Centro, Indaial – CEP 89.080-003
Telefone: (47) 3333-1964


Segundo o Manifesto da IFLA/Unesco sobre Bibliotecas Públicas (1994), “a biblioteca pública — porta de acesso local ao conhecimento — fornece as condições básicas para a aprendizagem ao longo da vida, para uma tomada de decisão independente e para o desenvolvimento cultural dos indivíduos e dos grupos sociais”. É através dessas diretrizes que a Biblioteca Municipal Pública Cruz e Sousa presta seus serviços à comunidade, tratando-se de uma fonte provedora de informações. No ano de 2017 realizou cerca de seis mil empréstimos domiciliares, atendendo às necessidades da comunidade local e levando entretenimento aos munícipes de Indaial.


HISTÓRICO

A Biblioteca Pública Municipal foi criada pelo Decreto-Lei nº 44, de 05 de maio de 1941, pelo então prefeito Frederico Hardt, tendo como secretário-geral: Theobaldo Costa Jamundá.

Em 18 de abril de 1942, pelo Decreto-Lei nº 62, assinado pelo prefeito em exercício João Maria de Araújo e o secretário-geral Theobaldo Costa Jamundá, foi dado à Biblioteca Pública Municipal o nome “Cruz e Sousa”, grande poeta simbolista catarinense.

Em 03 de outubro de 1988, a Biblioteca foi inscrita no Instituto Nacional do Livro, sob nº 409, na categoria: Biblioteca Pública. A coordenadoria do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas registrou a Biblioteca “Cruz e Sousa”, conferindo-lhe o registro de nº 1522.

Da criação da Biblioteca Pública, artigo 2º: Enquanto não for possível a sua instalação em prédio próprio, será a Biblioteca instalada anexa à Prefeitura Municipal de Indaial. Desde sua criação a Biblioteca ocupou vários espaços.

No período de 1941 a 1988 a Biblioteca funcionou junto ao prédio da Prefeitura Municipal de Indaial.

Em doze de novembro de 1987, com a criação da Fundação Indaialense de Cultura Prefeito Victor Petters, através da Lei nº 1660, pelo então prefeito Luiz Polidoro, a Biblioteca passa a ser responsabilidade dessa entidade.

Em caráter provisório, a entidade, juntamente com a Biblioteca, passa a funcionar no período de 12 de agosto de 1988 a setembro de 1992 no prédio da Estação Ferroviária, localizada à rua Prefeito Frederico Hardt, nº 318 – Centro.

Na administração do prefeito Victor Petters, em 20 de agosto de 1990, pelo Decreto nº 1463, declara-se de utilidade pública para fins de desapropriação um terreno urbano citado nesta cidade, com área aproximada de 37.000 m², edificada com um imóvel de alvenaria, em estilo colonial e mais um anexo coberto com telhas de fibro-amianto, situado à rua Dr. Blumenau, nº 05 – Centro.

Em 08 de setembro de 1992, pelo Decreto-Lei nº 2129, fica criado o Parque Público Municipal “João Schulemburg”, nos termos do artigo 174, inciso I, da Lei Orgânica do Município de Indaial, para fins de implantação de atividades culturais, artísticas, de preservação, lazer, educação e atividades afins – atual sede da Fundação Indaialense de Cultura Prefeito Victor Petters , que começa a funcionar em sede própria. A casa de alvenaria abrigava a parte administrativa. O salão anexo com 416,77 m² abrigava: Biblioteca, salão de exposições e cursos: Escolinha de Artes, Pintura em óleo sobre tela e Dança folclórica.

No período compreendido entre 1993 e 1994, o salão ganhou divisórias, abrigando também o Arquivo e o Patrimônio Histórico. A casa de alvenaria passou a abrigar, além da parte administrativa, a equipe técnica e cursos de Artesanato (pintura em tecido e em vidro). Em 04 de julho de 1996, na gestão do então prefeito Frederico João Hardt, a Prefeitura Municipal de Indaial recebe do MINC/FNC nº 009/96, por intermédio do Ministério da Cultura, através do Fundo Nacional da Cultura, verba para a ampliação do espaço físico da Biblioteca, obra essa a ser desenvolvida em parceria com a Prefeitura.

A reforma inicia em setembro de 1996, com o reforço dos pilares de sustentação do prédio, interrompida em dezembro do mesmo ano. Em agosto de 1997 o prédio da Fundação Indaialense de Cultura entra novamente em reforma para a conclusão do projeto de ampliação, com levantamento do pavimento superior, na gestão do então prefeito Luiz Polidoro.

A verba utilizada pela Prefeitura para a conclusão dessa obra foi feita via empréstimo através do Fapen (Fundo de Aposentadoria e Pensões). Mais uma vez a Biblioteca precisou ser transferida em caráter provisório, passando a se instalar à rua Prefeito Frederico Hardt, nº 323 – Centro, no período de 01 de setembro a 15 de dezembro de 1997, e na Prefeitura Municipal de Indaial, no período de 09 de fevereiro a julho de 1998.

A reinauguração da Biblioteca acontece justamente em 1998, ano esse marcado pelas comemorações do Centenário da Morte de “Cruz e Sousa”.

Ao reabrir suas portas, em espaço definitivo e ampliado no prédio da Fundação Indaialense de Cultura, trouxe melhorias no sistema de informatização e na distribuição de estantes, mobiliário e atendimento em geral, tudo dentro dos mais modernos padrões técnicos de conhecimentos bibliográficos.


ACERVO

A Biblioteca Municipal Pública Cruz e Sousa conta atualmente com acervo de obras de aproximadamente 20 mil títulos, os quais são:

Material de referência ou consulta: compreende obras como enciclopédias de consulta, dicionários, guias, almanaques;
Obras gerais: exemplares em geral que são para ampla circulação;
Literaturas: infantis, infantojuvenis, brasileira, norte-americana, russa, entre outras;
Materiais especiais: CDs, DVDs, literatura em braille e livros para pessoas de baixa visão;
Histórico: material de pesquisa referente aos fatos históricos em geral, da região do Médio Vale e de acontecimentos do município;
Periódicos: revistas e principais jornais impressos da região.

A consulta ao acervo pode ser feita, também, através de contato telefônico ou pelo e-mail: biblioteca@indaial.sc.gov.br.


SERVIÇOS

A comunidade de Indaial e visitantes podem contar com seguintes serviços:

  • Consulta ao acervo;
  • Empréstimo domiciliar;
  • Acesso à internet;
  • Contação de histórias;
  • Visitações.

COMO SE ASSOCIAR

Para poder realizar o empréstimo domiciliar, o interessado deverá:

– Estar munido de identidade e CPF;
– Apresentar comprovante de residência;
– Trazer foto 3×4.

Caso o usuário seja menor de oito anos, deverá estar acompanhado do responsável.


Regulamento da Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa

A Fundação Indaialense de Cultura Prefeito Victor Petters, no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei Complementar nº 94/2009 e demais dispositivos legais em vigor, institui o Regulamento da Biblioteca Pública Municipal Cruz e Sousa.